Java Sucks! O Retorno

Lembram da polêmica sobre o primeiro vídeo elaborado por Sean Kelly, aquele sujeito que trabalha para a NASA e que parece não ir muito com a cara do Java, onde foram comparados vários frameworks para desenvolvimento de aplicações web? Pois então, ele fez de novo! Agora ele elaborou um vídeo mostrando em detalhes, para aqueles que não acreditaram, como é possível desenvolver uma aplicação que roda sobre o Plone sem escrever nenhuma linha de código.

O vídeo pode ser acessado no endereço http://www.archive.org/details/SeanKellyGettingYourFeetWetwithPlone e, a exemplo do primeiro vídeo, não poupa comentários ácidos sobre Java e uma boa dose de bom humor. Dessa vez não vou fazer uma análise como fiz do outro vídeo porque ele é bem menor e pode ser baixado e assistido na íntegra sem maiores problemas pela maioria.

No final do vídeo ele diz que vai incluir vários recursos na pequena aplicação que criou e publicar novos screencasts mostrando como é possível, mas acho que isso dificilmente irá acontecer, ou pelo menos, se acontecer, não trará tanta polêmica, porque é justamente no ponto em que ele parou que, digamos assim, a Cinderela perde o encanto, ou seja, é necessário escrever código. Mesmo assim, acho que o vídeo demonstra bem as possibilidades do Plone e, principalmente, do Archetypes, servindo como uma boa introdução à forma com que muita gente tem desenvolvido ótimas aplicações usando o Plone como base, dentre os quais eu gostaria de citar as que tem sido desenvolvidas pelo pessoal do Interlegis e que podem ser vistas/acessadas no endereço http://colab.interlegis.gov.br/.

Bom, aqui eu continuo seguindo o meu caminho com o Django e também disponibilizei o código fonte de um projeto que estou desenvolvendo em http://gnu.unipar.br. Então, viva a diversidade e Happy Coding! 😉