Relato: Software Livre no ambiente educacional: análise e perspectivas – Latinoware 2007

Nesta palestra o Prof. Ulisses Leitão contou sua experiência com a utilização de softwares livres na educação em sua instituição de ensino. Reforçando a idéia de que o software livre pode (e deve) ser utilizado em todas as áreas pois não há limitações, a não ser as impostas pelo preconceito que as pessoas tem de utilizar softwares que não conhecem.

Durante a apresentação ele citou softwares que utilizou e utiliza em seus projetos. Ao final da apresentação ele distribuiu CD’s de uma distribuição de linux criada com seu auxílio onde encontram-se disponíveis materiais de treinamento em vídeo para reduzir o impacto do primeiro contato com o software livre em instituições de ensino.

O foco principal foi a capacitação de professores para uso do software livre.


5 Comments

  1. RodrigoMenezes disse:

    E mais uma distribuição Linux, eita que blz…

  2. Marcelo R. Minholi disse:

    A questão principal é que a grande maioria dos projetos envolvendo software livre no Brasil são tentativas de atrelar a iniciativa a algum tipo de produto ou serviço, o que acaba na maioria das vezes dando origem a distribuições de Linux ou personalizações de softwares já conhecidos.

    Não sei se seria o caso de apontar isso como um problema, mas que o caminho mais simples seria a simples disponibilização dos tais vídeos, isso seria.

  3. rodrigomenezes disse:

    Hoje o Fedora conta com Spins que nada mais seriam que a distro do Fedora com aplicações voltadas para uma área específica. Não seria interessante trabalhar dessa forma?

    Por exemplo: uma distro pra educação ser um SPIN do Fedora só com softwares para educação? (ou debian, ou slack, etc, etc, etc).

    http://fedoraproject.org/wiki/CustomSpins

    Hoje já existe:
    Fedora Electronic Lab – para engenheiros eletrônicos;
    Fedora Developer Spin – para desenvolvedores de software;
    Fedora Games Spin – para games.

    Fora o que estão tentando montar:
    Fedora Art Studio
    Xfce Spin

    Não seria essa a resolução dos problemas?

  4. Marcelo R. Minholi disse:

    São bem interessantes mesmo esses “SPINs” Rodrigo. Lembra muito o que tem acontecido com o Ubuntu, que deu origem ao Edubuntu, Kubuntu, Xubuntu, Ubuntu Studio e mais algumas outras variações da distribuição.

  5. Rodrigomenezes disse:

    O que aconteceu com esses projetos do Ubuntu? Ainda estão ativos???


Deixe uma resposta