Debian no Desktop/Laptop: É possível? – Parte III

Instalar aplicações adicionais em distribuições que usam pacotes em formato DEB, criado originalmente para o Debian, é algo particularmente simples. Nas etapas iniciais deste artigo já foi demonstrada a utilização do Synaptic e do gerenciador de pacotes APT, assim como ocorre em uma série de outras distribuições. Mas quando é necessário instalar softwares que não se encontram nos repositórios oficiais da distribuição é possível usar duas abordagens:

1. Configurar repositórios adicionais, como foi feito anteriormente na instalação do Compiz Fusion.

Um local onde podem ser encontrados diversos repositórios adicionais, contendo softwares que não são encontrados nos repositórios oficiais do Debian, é o site apt-get.org. O procedimento para utilização do apt-get.org é bem direto, basta fazer uma busca pelo nome do software que se deseja instalar e configurar e, caso ele esteja disponível em algum dos repositórios disponíveis, adicionar o repositório ao arquivo /etc/apt/sources.list, e rodar um apt-get update && apt-get install nomedopacote.

2. Instalar os softwares a partir dos instaladores disponibilizados pelos autores dos softwares.

No caso do Debian existem metapacotes que facilitam essa tarefa, como no caso do Google Earth, onde para fazer a instalação do mesmo basta instalar o pacote googleearth-package com o comando apt-get install googleearth-package (ou através do Synaptic) e executando o comando make-googleearth-package, que irá fazer o download do instalador oficial e irá criar um pacote DEB, que pode ser instalado posteriormente com o comando dpkg -i googleearth*.deb.

Instalar softwares utilizando o instalar binário disponibilizado pelo criador do software também não é uma tarefa tão difícil. Geralmente o processo todo consiste em executar o arquivo com o comando sh nomedoinstalador.run (como Root).

Não creio que sejam necessários exemplos, até porque, com o crescimento do Ubuntu e de outras distribuições que derivam do Debian e/ou fazem uso do formato DEB, são muitos os projetos que já disponibilizam pacotes em formato DEB de seus softwares. Talvez a melhor dica para facilitar a instalação de softwares disponíveis para download nesse formato seja instalar o Gdebi, o que pode ser feito com o comando apt-get install gdebi ou via Synaptic.

Pois é, neste ponto não existem grandes diferenças para quem já está acostumado com o gerenciamento de pacotes oferecido pelo Ubuntu. Na próxima parte do artigo estarão dispostas as minhas conclusões desta experiência com o Debian no desktop.

Até a próxima!


No Comments


Deixe uma resposta